quarta-feira, 31 de março de 2010

Clarão

Hoje uma dádiva irrompeu minha rotina,
Chegou com um sorriso dourado,
Lindo,inesperado!
Cegando minha retina .
Este clarão de nome Sabrina
Se deu em meio a nuvens densas
De negra chuva.Dissipou as tensas
nuvens tornando-as uma leve brisa,fina.
A alegria e o entusiasmo reinam agora...
Dancemos em silêncio nesta hora
Ofuscando as ruidosas vidas
Que teimam em brigar com suas lágrimas já caídas.
Ouvindo nossa respiração,Sabrina,
Entre olhares,desbravando o desconhecido,
Tenho uma visão que pareço ter vivido.
Sei que és minha sina!

2 comentários:

Juliana. disse...

Este clarão é a luz do amor!
Que lindas palavras Amato!
O amor dissipa as sombras, as lágrimas, faz a visão e a respiração bradarem o inesperado!

Mayara Caparroz disse...

Olá!

Acabei de conhecer este blog e adorei.
Ganhou uma nova seguidora.

Se quiser, visite o meu blog:
http://aterradeninguem.blogspot.com

Até mais!