segunda-feira, 8 de junho de 2009

Não estou aqui,não estou lá

Não estou aqui,
Não estou lá!
Sou um pedinte...solicitante.
Peço moedas,fé,crenças!
Sou um cantor e não canto.
Assobiei sua música
Numa festa...sou poeta?
Definitivamente não tenho sua dor!
Sou um ator,filósofo,ladrão...
Sou ladrão!?
Roubei hoje sua alma,tempo,vida em diagramas.
Não estou lá ,
Nem cá!
Nunca fui ator,cantor,ladrão!?
Sonhos,verdades,moedas...
Não tive!
Nunca estive lá ,
Acho que nem cá!
Sou filósofo?!
Decifrei sua vida em dois tons:
O que te machuca.
Tua vida vale mais que tua morte?
Sou ator!
Espero que sinceramente
Não me vejam brilhar como tal...
Não!...Não!...Não!
A moeda que outrora te ofertei
Vale a magia do meu amor...
E este floresceu!!!!!!!

2 comentários:

Palavras em vão disse...

cada moeda como se fosse cada suspiro nosso em vida, trata-se de uma oferta de sentimentos, estes que são capazes de valer muito para cada um que oferecemos ou simplesmente para nós. Belo texto.abrçs

Lídia Borges disse...

Muito bonito!
Não rimam as palavras... E para quê, se rimam tão bem os sentimentos?

Um beijo