quinta-feira, 4 de março de 2010

Estes Dias

DIAS ESTRANHOS NOS ENCONTRARAM.

DIAS DIFÍCEIS OS MEUS,
ESTES DUROS TANTO QUANTO OS TEUS.
OS SERES HUMANOS ESPUMAM DE CÓLERA,
DOIDOS, TODOS ,POR NOVAS QUIMERAS.

OS FANTASMAS DE NOSSA EXISTÊNCIA NOS COBRAM HOJE O PREÇO.

A TERRA ENTUPIDA DE SEQUIOSOS POR PODER,
FENECE ENTRE NOSSOS DEDOS SEM OBTER
UM ALÍVIO,UM DESCANSO OU ALGO PARA CRER!

A VIDA SUCUMBE EM CADA NOTA DE JORNAL.

A VENTURA NÃO ESTÁ MAIS AO NOSSO LADO
SEMPRE TÃO CARA,QUERIDA E RARA
TORNA-SE NESTES DIAS VAZIA E ESQUÁLIDA.

UM CHACAL NOS ESPREITA TODOS OS DIAS.

A MALDADE HUMANA É SABIDA ,
SOMOS SELVAGENS NA ESSÊNCIA,
PORÉM ESTA VIAGEM É SÓ DE IDA
SE NÃO TIVERMOS SAPIÊNCIA.

A GRANDE-MÃE CHORA OS FILHOS PERDIDOS.

O AMOR É A RESPOSTA , ASSIM SE FAZ,
MAS COMO ACREDITAR EM ALGO TORTO
QUE VIVE APENAS NOS LIVROS , MORTO
QUE JUNTO A ESPERANÇA JAZ?

Um comentário:

Juliana. disse...

Oi Amato, bomm retorno!!
A vida realmente tem tantas cóleras, mal dizeres, erros humanos, sentimentos insanos, mais existe um que resolve tudo e está acima de tudo, que é o amor, que traz a esperança de novas melhoras!
Um beijo Amato ;)